sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

EXCLUSIVO O JORNAL IMPACTO NOTICIAS DE HELIÓPOLIS ENTREVISTA O EX-PREFEITO DE HELIÓPOLIS AROALDO BARBOSA E A EX-VEREADORA ZÉLIA MARANDUBA


EXCLUSIVO O JORNAL IMPACTO ENTREVISTA O EX-PREFEITO AROALDO BARBOSA DE ANDRADE.
Por: Tio Jorge


1 - IMPACTO. A pergunta que o Povo Heliopolense faz nas ruas indaga. O senhor pode se candidatar a algum cargo na próxima eleição aqui em Heliópolis? Sim ou não justifique.
AROALDO. Sim, com certeza, Eu não tenho nenhum processo julgado em que diz que não posso ser candidato, pessoas inteligentes acreditam em fatos e não em fuxicos. Com a graça de Deus e a vontade do povo serei sim candidato. Inclusive Jorge, no mês de junho eu fui até convidado para ser candidato a vice-prefeito, e claro não aceite, como não posso ser candidato a prefeito e posso ser vice? O medo da situação é tão notório que pregam que não posso ser candidato, e digo mais eles sabem que eu posso e que sou um dos poucos políticos que pode entrar em 99% das casas do município, tenho trabalho prestado nos Quatro cantos desse município, e o atual gestor nós sabemos que não, isso é fato!
2 - IMPACTO. Na entrevista a este Jornal o Professor Landisvalth Lima disse que o senhor não tem Titulo de eleitor. Essa informação é correta e o que o senhor tem a relatar sobre esse assunto?
AROALDO. Acabei de responder a essa pergunta na primeira linha da resposta anterior!
3 - IMPACTO. Como se deu a união entre o senhor e o ex-prefeito, e quais são os seus planos para Heliópolis?
AROALDO. Todos sabem que cabeças pensantes e que prezam por um município melhor, como sempre o fiz, fui à busca de um dialogo progressista com o companheiro Zé do Sertão, daí então no dia 30 de Abril de 2011, houve uma reunião na casa da irmã do Sr. Gama Neves, onde estavam presentes varias lideranças políticas, que poderiam vir a serem pré-candidatos e que seriam oposição a esse governo de interesses particulares, a convite de Gama Neves, eu e o companheiro Zé do Sertão estávamos presentes, daí então houve outros encontros. Em se tratando dos planos futuros para Heliópolis, no momento oportuno sentaremos com todos os pré-candidatos e lideranças, e elaboraremos um plano para um futuro melhor para todos os munícipes.
4 - IMPACTO. Quem são, quantos são e onde está à oposição ao prefeito Valtinho?
AROALDO. Olha Jorge! Não posso falar em nome de outras pessoas mais afirmo e reitero que deixei essa administração perseguidora, incompetante, e que só visa interesses próprios por não compactuar com esse tipo de administração, e aproveito aqui para usar uma frase do meu amigo e companheiro Zé Guerra, o qual tenho muita estima e respeito, “Nos votamos nesse cidadão para melhorar e não para piorar”. Devo dizer também que para se administrar é preciso ter competência, experiência e paciência, e não ter instinto de acumular patrimônio retirado do erário público.
5 - IMPACTO. Como você avalia esses três anos da gestão do Prefeito Valtinho e quais foram os pontos positivos e negativos?
AROALDO. Antes de qualquer coisa quero deixar claro que fui Secretário de Obras por 02 anos dessa administração, portanto, conheci e vi de perto essa forma perseguidora, cruel e covarde do atual gestor, que jogou seus amigos fora e foi à procura daqueles que seus amigos não eram, e digo ainda que eu também fui vitima dessa forma IPCC (incompetente perseguição crueldade e covardia) de administrar, como não compactuei, logo fui apunhalado pelas costas e até hoje sofro perseguição política. Quanto aos pontos negativos poderia aqui enumerar vários, mas o povo é sabedor e está vendo, bastava no mínimo que o gestor não deixasse acabar com o que foi deixado, entre tantos pontos negativos cito aqui o desrespeito para com a classe de servidores públicos e principalmente para com os professores
6 - IMPACTO. Você acredita que o Prefeito Valtinho pode contar com uma provável vitória em 7 de Outubro ou ele não tem chances de ser reeleito?
AROALDO. Olha, não acredito que ele venha a se reeleger, até porque o povão já está se perguntando se esse município agüentará mais 04 anos de acumulação de patrimônio particular, segundo o que se ouve nos Quatro cantos do município, perseguição e desrespeito. Um gestor não pode fazer o certo na área administrativa, enquanto está ocupado em fazer o errado em outro lado da administração, a administração pública é um todo indivisível. E se os primeiros 04 anos são assim, imagine... Como seria mais 04!
7 - IMPACTO. Qual seria o melhor nome nesse momento para disputar com o atual prefeito?
AROALDO.  Em primeiro lugar eu acredito na União das Oposições, até porque o maior objetivo dessa oposição é o senso comum de melhoras para esse município, coloco o meu nome á disposição e que o povo escolha o melhor nome, posso dizer que venho me aperfeiçoando e acumulando experiências na certeza de que se o povo me escolher estarei administrativamente mais preparado do que nunca, mas com a certeza ainda maior de que serei fiel e justo, e acima de tudo não perdi e não perderei a minha humanidade, porque o poder não me corrompe, afinal um prefeito sem coração é um administrador certamente corrupto e que só visa o próprio enriquecimento e o município vira lugar de passeio depois do fim da sua gestão.
8 - IMPACTO. Caso o senhor e o ex-prefeito não possam ser candidatos a prefeito quais desses dois nomes seria neste instante a melhor opção da oposição Ana Dalva, Gama Neves ou será que o senhor teria uma terceira alternativa?
AROALDO. Jorge, reafirmo que juridicamente posso ser candidato sim, mas isso não é uma ambição de ser prefeito a qualquer custo, se o povo optar por outro nome, desde que seja realmente oposição, eu acompanho o povo, como também temos companheiros que você não citou a exemplo da companheira a ex-Vereadora Zélia Maranduba, Ildinho, Nilda Santana. Enfim é a vontade do povo que deve ser respeitada. E quero dizer aqui que continua em aberto para qualquer um eleitor filiado em um partido que queira se lançar como pré-candidato que estamos prontos para apoiá-lo desde que seja do consenso da maioria do povo.
9 - IMPACTO. Caso o senhor seja o candidato a prefeito de Heliópolis Ana Dalva, Gama Neves, Landisvalth entre outros seriam convidados para a peleja?
AROALDO. Com certeza, acho que são nomes importantes, não só para uma campanha política, mas principalmente para uma boa administração!
10 - IMPACTO. Faça um resumo da atual situação nas áreas de Educação, Saúde, Meio-ambiente e Segurança.

AROALDO. Na área de Educação: Tão recentemente a população é sabedora do grande mal que essa gestão causou com a classe de professores e servidores públicos os quais são de suma importância para o progresso educacional desse município, pois os mesmo mal respiram, pois os seus direitos estão sendo lesados. Quando se trata de Saúde, hoje Heliópolis esta respirando por causa de programas federais, a exemplo dos PSFs ( Postos da Saúde da Familia) por que os recursos próprios do município não estão sendo bem administrados. Quanto ao Meio ambiente, vemos hoje um desrespeito total onde as saídas da cidade estão virando depósito de lixo, a exemplo a saída para o Bairro Santos Dumont e no antigo matadouro, até nos povoados a exemplo o povoado Cazajeira; Em outros lugares a meta é plante uma árvore, na nossa Heliópolis a gestão está derrubando árvores, a exemplo na Praça do Cemitério. Na área de Segurança os servidores estaduais como Delegados de Policia Civil e PMS não têm o menor respeito da gestão municipal, a exemplo, delegados que por falta de apoio municipal não permaneceram nesse município, enquanto isso a população esta temerosa e sem saber a quem recorrer, com o aumento crescente de furtos e roubos.





ENTREVISTA COM A EX-VEREADORA DE HELIÓPOLIS ZÉLIA MARADUNBA.

IMPACTO. Por onde a Ex-vereadora ZÉLIA MARANDUBA qual é o seu partido e o que tem feito ultimamente?
ZÉLIA MARADUNBA. Primeiro quero parabenizar o Impacto Noticias que tem se comprometido, a levar a informação ao povo de Heliópolis, e a você Tio Jorge por ser idealizador e por suprir a necessidade das pessoas estarem informadas em primeira mão.
Bom quanto ao que e foi perguntado, agradeço primeiro a Deus por ter deixado uma marca positiva para ser lembrada neste momento, agradecendo também  a incapacidade do atual prefeito em cumprir acordos, caso contrario, meu nome estaria ligado a esse descaso que ele chama de gestão. Para honrar meus compromissos as circunstâncias levaram a me dividir entre Heliópolis e Ribeira do Pombal, porém não deixei de estar física e espiritualmente em minha terra, onde em nenhum momento fugir de qualquer compromisso com Heliópolis e seu povo. Agora que a ocasião exige voltarei a me dedicar exclusivamente a Heliópolis onde não pouparei esforços para que ervas daninhas deste tipo não venha mais brotar em nossa terra. Quanto ao meu partido continuo filiada ao PT por acreditar na sua filosofia e pelo momento vivido pelo partido, liderando a política estadual e nacional, que será um bom canal de desenvolvimento para o nosso município.
IMPACTO. Como você avalia a atual conjuntura da base oposicionista e se você crê se haverá uma união das oposições?
ZÉLIA MARADUNBA. Percebo que há um grande avanço político ente os opositores.  Sempre que as oportunidades existem estamos dialogando. É natural que cada um procure fazer sua estratégia política da maneira que achar mais conveniente, mais de um modo geral, todos se respeitam (salvo alguns excessos) e estão conscientes que o inimigo público numero 1 de Heliópolis é o senhor Valtinho de seu Detinho . Está claro que além de defendermos os nossos interesses particulares estamos prontos a acatar o nome escolhido pela opinião pública que será aquele com menor rejeição e que tenha um perfil confiável e de agrado da maioria para gerenciar um projeto político duradouro  que busque beneficiar o povo e não determinados famílias.
IMPACTO. Como você vê a união de Aroaldo Barbosa com o Ex-prefeito Zé do Sertão e se essa união é importante nesse momento?
ZÉLIA MARADUNBA. Vejo como uma união possível, a prova disso é que há messes atrás já  estiveram reunidos Gama, Aroaldo, Zé do Sertão, o professor Landisvalth e sua esposa a vereadora Ana Dalva, posteriormente participei de diversas reuniões com Aroaldo, seus filhos, Zé do Sertão e Gama Neves, só não tive a oportunidade de dialogar com Ildinho e Ana Dalva, Mas estou informada que primeiro está muito contente em relação ao que vem acontecendo e que está pronto pra votar ou ser votado, dentro da união oposicionista. Quanto à vereadora Ana Dalva creio em seu caráter e por compartilhar com a oposição a idéia de mudança, não ira de encontro ao que lhe faz vereadora. Pelo que foi citado acho muito salutar para o pleito eleitoral de 07 de outubro a união sincera e desprovida de interesses particulares de todos os oposicionistas e pautada em um projeto político duradouro nos permitirá conduzir o município a um avançado estagio de desenvolvimento.
IMPACTO. Quem são e quantos e onde estar os opositores ao prefeito Valtinho?
ZÉLIA MARADUNBA. Todo cidadão e  líder político de Heliópolis que não comunga com uma administração descompromissada como a saúde, educação, geração de emprego e renda e infra-estrutura rural e urbana, é opositor  ao Valter Rosário, portanto, é um número bastante expressivo de pessoas e estão em todas as partes do município, todas essas lideranças aportam e dão suporte aos nomes de Zélia Maranduba, Ana Dalva, Aroaldo, Zé do Sertão Gama Neves e Ildinho.
IMPACTO. Como você avalia esses Três anos de gestão do prefeito Valtinho, quais os pontos positivos e os pontos negativos?
ZÉLIA MARADUNBA. A minha avaliação é que em Valtinho foram depositadas as esperanças e a confiança de ver uma Heliópolis desenvolvida em todas as esferas de seu governo. Contudo a frustração foi total desde os primeiros dias de sua administração, quando o senhor Valtinho passou a desrespeitar todos os compromissos por ele assumidos com o povo e  com as pessoas que lhe deram sustentação política. Nesse período estamos vivendo sem duvidas a pior gestão, não existindo nenhuma seriedade em seu governo. Salvo a generosidade do governador Jaques Wagner na construção da via asfáltica que liga Poço Verde à Heliópolis e ao  entroncamento de Zéza, além de poucas obras conveniadas. Valtinho não teria o que apresentar em sua gestão, não existe qualquer compromisso com a educação, onde o mesmo desrespeita covardemente a categoria dos professores, também tendo o mesmo causado um prejuízo anual nas finanças publicas do município superior a cifra de R$1.500.000.00 (um milhão e meio de reais) por sua omissão durante o processo de  recenseamento populacional, quando registrou-se a queda de mais de 2.000 habitantes fazendo com que o município perdesse essa arrecadação.
Como ponto positivo a sua ineficiência contribuiu para unir as oposições.
IMPACTO. Você acredita que o prefeito pode contar com uma provável vitória em 07 de outubro ou ele não tem chances de ser reeleito?
ZÉLIA MARADUNBA. Olha Tio Jorge e leitor do  Impacto Noticias “colhemos o que plantamos”. Na eleição passada o povo sabia que era  possível ganhar do então prefeito Zé do Sertão, o nome escolhido foi o de Valtinho e deu no que deu, hoje o povo não só acredita, como tem certeza que derrotará Valtinho nas eleições. Espero ser a escolhida para representa-los, já que no pleito passado deixei meu nome a disposição dos pardais e acabei preterida por Mendonça  e outros que deixaram de apostar em quem vivia a política de Heliópolis no dia a dia para enganar o povo com uma piada de mal gosto que em nenhum momento agradou  o senso de humor  do povo de Heliópolis. O interessante desta piada, é que o mentor  desta candidatura, quando então Secretário do governo Aroaldo Barbosa, fazia e  acontecia, batia na mesa para fazer prevalecer sempre  a sua vontade e hoje na administração do seu cunhado, fica “pianinho” falando às escondidas que o “homem é teimoso” e  que não está vendo a hora de largar a política, mas o fato é que nunca tomou essa decisão já que não se diz besta para ter  que  largar o osso.
IMPACTO. Qual o melhor nome nesse momento para disputar com o prefeito atual ?
ZÉLIA MARADUNBA. Como falei Heliópolis precisa de um nome leve e que agregue, e Zélia Maranduba demonstrou ao longo de sua vida publica competência, compromisso e aptidão para lidar com as causas de interesse publico, além de conhecer as necessidades de cada povoado e cada cidadão e acredito plenamente que tenho esse perfil. Minhas marcas estão por onde passei sejam como vereadora ou como cidadã, já que sempre defendi as causas de interesse publico e jamais em meu histórico trair os meus companheiros e minhas convicções políticas.
IMPACTO. Você pretende se candidatar a  algum cargo no pleito de 07 de outubroe se você crê numa provável vitória da oposição?
ZÉLIA MARADUNBA. Como respondi anteriormente que o nome de Zélia Maranduba seria a melhor escolha para disputar como o prefeito atual as próximas eleições, justifico dizendo que temos outros nomes importantes na oposição, mas que já estiveram por lá. Mais que agora é a vez das mulheres já que temos uma presidenta como incentivo maior, sem contar que a mesma é também do PT, além de estar confirmado que nas administrações geridas pelas mulheres existem muito menos corrupção e desgoverno, pois  as mulheres tem demonstrado ser mais  sensíveis, detalhistas e compromissadas com o erário publico. Não tenho qualquer duvida quanto ao sucesso das oposições no próximo pleito, pois a opinião pública nos passa essa certeza.
IMPACTO. Quais os pré-candidatos da oposição que tem chance de ser candidato da maioria  e qual o nome ideal para vice?
ZÉLIA MARADUNBA.  Acredito que todos os nomes em evidência  como Zélia Maranduba, Gama Neves , Zé do Sertão, Ana Dalva, Aroaldo  e Ildinho, terão plenas condições de êxito. Atualmente existem nomes que vêm sendo mais comentados pelo fato de já terem estado lá, mais contra esses nomes também pesa uma maior rejeição, partindo principalmente do público que clama por uma mudança verdadeira, sem qualquer duvida essa mudança se dará com Zélia Maranduba. Quanto ao nome ideal para ser o vice, não  me sinto à vontade para apontar o melhor, pois essa decisão não cabe só a mim já que temos uma vasta relação de possíveis candidatos e no momento  da convenção o grupo das oposições saberá escolher o melhor e mais conveniente para o sucesso da chapa.
IMPACTO.   Faça um resumo da atual situação nas áreas de Saúde Meio – ambiente, Segurança e Educação.
ZÉLIA MARADUNBA. SAÚDE: vejo que  continua prevalecendo à indústria da doença no município, já que as pessoas quando precisam dos atendimentos de saúde tem sempre que se servir dos mesmos que os conduzem a Aracaju ou Salvador, nem sempre com fins de curar o paciente, mas sim focado em interesses  eleitoreiros. Quando na verdade deveria ser respeitado o direito assegurado pela Constituição Federal ao cidadão, dessa forma  deveria  ser feito uma saúde preventiva partindo lá das bases nas Unidades de Saúde da Família (USF).
MEIO AMBIENTE. Em Heliópolis nunca se fez nada voltado para proteger o mesmo. Sabemos que existem agressões, contudo o Poder Público nunca apresentou propostas como também alternativas de desenvolvimento sustentável, onde o homem possa conviver de maneira pacifica com a natureza retirando seu sustento sem que seja preciso destruí-la.
SEGURANÇA PÚBLICA. A verdade é que Heliópolis passa por um grande descaso por parte de seus gestores. O  combate à marginalidade se faz com políticas serias de Inclusão Social, geração de emprego e renda, ocupação cultural para os jovens, como também os  bons exemplos demonstrados por seus gestores. Não se concebe que pessoas que mal tinham um carro usado na família, só porque assumiram um cargo relevante na administração publica, tenham forçadamente que adquirir  um carro zero para cada membro do núcleo familiar, que pessoas que nunca tiveram um cavalo “pangaré” passem a cultivar o hobby de criar cavalos caríssimos das melhores raças, daí os simples mortais passam a pensar, se eles podem eu também posso.
EDUCAÇÃO. Falta compromisso e metas dos gestores, temos bons professores, haja visto os resultados alcançados por eles nos concursos públicos na região, ao invés de valorizá-los, preferem usar de artifícios condenáveis deixando de fazer concurso publico para contratar  indivíduos sem  formação adequada, sem compromisso ou mesmo qualquer noção do que seja educação. Pergunto-me o que podemos esperar de um gestor que coloca simultaneamente  em uma sala de aula 03 (Três) professores? Fico decepcionada também  pelo fato da primeira dama, que se diz educadora ao invés de contribuir para uma educação de qualidade  está contribuindo para  este  desserviço  a educação municipal. Como esbravejava o Vereador Mendonça na Câmara com sua colega Naudinha, que a mesma   por ser esposa do gestor deveria cobrar atitudes serias do prefeito já que ela teria influência direta nessas atitudes. 

Um comentário:

Unknown disse...

COLOCAR NO PODER UMA PESSOA QUE NÃO PAGOU DÉCIMO TERCEIRO DURANTE QUATRO ANOS,E FICOU SEIS MESES SEM PAGAR AO POVO.TEMOS QUE PROGREDIR E NÃO REGREDIR.